Ferindo as Águas (ou Águas Feridas) – Parte 2 de 2 – Status Social
14 de outubro, 2013 – 26 de abril de 2019

O Senhor soletrou cada marca em seu critério de status. Em outras palavras, as qualidades no Céu que qualificariam uma pessoa para alto nível. Vamos ver Mateus 5: 3-12:

“Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus. Não os orgulhosos e arrogantes, mas aqueles que honram os outros, melhor do que eles se honram. Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados. Não aqueles que estão continuamente celebrando suas vitórias mundanas no luxo sensual, mas aqueles que anseiam pelos necessitados e pobres, e os que são tratados injustamente. Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra. Não os gananciosos, os agressivos, mas aqueles que cuidam dos outros. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos. Não tem fome de prosperidade e poder, mas fome de estar em pé com Deus. Bem-aventurados os misericordiosos, porque serão mostrados misericórdia. Não os implacáveis, que despojam os pobres no tribunal, mas aqueles que perdoam dívidas. Bem-aventurados os puros de coração, porque eles verão a Deus. Não aqueles que vivem um estilo de vida continuamente comprometido, mas aqueles cujos olhos estão nas mãos do Senhor e ansiosos para promover Sua agenda. Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados “filhos de Deus”. Não aqueles que fofocam e provocam discórdia e divisão, mas aqueles que detêm os lábios dos caluniadores e defendem os inocentes. Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Não aqueles que se comprometem a agradar aos homens, mas aqueles que sofrem perdas, porque amam o Senhor e escolhem o que é certo para ele. E eles sofrem muita perda por causa disso. Bem-aventurado é quando as pessoas te insultam, te perseguem e falsamente dizem todos os tipos de mal contra ti, por causa de mim. Alegre-se e seja feliz, porque grande é a sua recompensa no céu.

Este é o padrão de Jesus. É assim que Ele mede o status de um homem. Ele não veio para cumprir agendas políticas corruptas. Ele veio procurar os seus: os pobres e os marginalizados. Para curar, ensinar, libertar da escravidão e abrir os portões do Céu para eles.

Ele desceu da perfeição – perfeição absoluta – para este pântano sombrio de um mundo, e Ele viveu a vida perfeita que todos poderiam facilmente abraçar. Isso correu contra a comunidade religiosa que foi ensinada pela lei: “Aqueles que eram agradáveis a Deus, Ele prospera com muitas posses – gado, ovelhas, terra, filhos, escravos, ouro, prata. Prosperidade, prosperidade e prosperidade! Aqueles eram os que tinham o favor de Deus ”. Esse era o ensinamento que prevalecia naquela época. Isso soa familiar?

O que os mártires estavam pensando quando foram arrastados para fora de suas casas, que foram levados pelo Estado e saqueados? Eles estavam pensando em prosperidade e aproveitando sua aposentadoria? Acho que não.

O que os espectadores estavam dizendo? Eu já ouvi isso antes, nas igrejas contemporâneas; é muito triste “Deus não está satisfeito com você. É por isso que você não tem nada agora. Se Ele estivesse satisfeito com você, esse Jesus que você está seguindo, Ele estaria te abençoando e você seria próspero. ”

Que condenação! Que condenação desnecessária de pessoas inocentes que vivem uma vida simples. Isso é uma farsa! Isto é uma ofensa ao Senhor! É uma ofensa ao exemplo que Ele mesmo estabeleceu com a própria vida. Ele deu o exemplo, e há pessoas que seguem esse exemplo … e são ridicularizadas por comunidades cristãs, porque não são ricas e prósperas: dirigir carros bonitos, contas de poupança, boas casas, mandam seus filhos para a faculdade e tudo mais. . Eles estão desprezados. Esse é o sistema mundial de determinação do valor dos homens.

Temos muito antes de nós, e realmente precisamos dar uma olhada em onde estão nossos corações nesta questão. E nós precisamos tomar uma posição, porque muitas pessoas estão nessa maneira de pensar que é um insulto à encarnação do Senhor e um insulto aos pequenos e puros que O seguem de uma maneira muito simples e não são constantemente envolvidos em ganhar dinheiro.

Jesus não teve medo de confrontar o status quo e chamar seu estilo de vida pretensioso de pecado, de modo que Ele pudesse trazer um padrão justo de volta à Divindade. Eu acredito que devemos nos erguer por Ele. Devemos defender o exemplo que Ele estabeleceu. Devemos defender as pessoas que não participam de um estilo de vida luxuoso e caro, seja porque são simples demais ou talvez porque tomaram a decisão de qualidade em suas vidas que não querem fazer isso com o tempo. Isso não é importante para eles.

Eles preferem gastar seu tempo lendo as Escrituras, servindo em um banco de alimentos, estando com seus filhos, ensinando seus filhos, passando tempo com suas famílias – eles não têm tempo para este “negócio mundano!”. Que está em muitas pessoas.

Em Marcos, Jesus olhou em volta e disse a Seus discípulos: “Como é difícil os ricos entrarem no Reino de Deus”. Os discípulos ficaram maravilhados com Suas palavras, mas Jesus disse de novo: “Filhos, quão difícil é para os ricos entrarem no Reino de Deus! É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha, do que alguém que é rico, entrar no Reino de Deus ”.

Eu ouvi dizer que há um portão chamado O Olho da Agulha, que exige que os camelos se ajoelhem para fugir.

O Olho da Agulha traz à mente a ideia de que, para agradar a Deus, precisamos ser privados de família, segurança, posses, reconhecimento, status; se não passarmos por esse Olho, não poderemos entrar no Reino dos Céus. Agora, não estou dizendo que temos que expulsar nossa família! O que estou dizendo é que, se nossas famílias estão interferindo em nossa caminhada, elas precisam ser movidas para o lado, para que o Senhor possa ter toda a nossa atenção. Nós não podemos viver para nossas famílias. Nós temos que viver para Deus. Ele cuidará de nossas famílias se estivermos vivendo para Ele. Se a segurança e as posses estão nos impedindo de responder a um chamado ao Senhor, então essas coisas precisam ir! Se o Senhor está nos chamando, é uma das maiores honras que podemos ter. Então, temos que ser despojados para responder.

A verdade é que não há trailers de transporte (U-Haul*) atrás de um carro funerário. Eles não vão para o céu com essas coisas. Essas são as coisas que precisamos considerar, quando começamos a sustentar o estilo de vida rico como o modelo ideal de uma caminhada cristã abençoada. Isso não é exato. Não tem qualquer semelhança com o exemplo que Jesus estabeleceu com a Sua vida. Eu sinto Muito. Eu não pretendo pisar nos dedos dos pés. Mas isso não acontece! Olhe para isso. Veja os fatos duros das Escrituras.

O que o Senhor está realmente dizendo aqui? Eu acredito que Ele está dizendo: “Se você ama jogar no mercado de ações e fazer uma matança no mundo dos negócios; e se você ama a corrida do sucesso, quando você aparece na capa da “Veja” (Newsweek*); Se você ama alguma coisa nesta Terra, então você está ligado a ela. E você não passará por essa agulha “. Essas são coisas que eu tive que enfrentar uma e outra vez na minha vida.

Eu certamente não sou inocente. Uma das razões pelas quais o Senhor está me fazendo compartilhar isso com vocês é porque Ele tem lidado tão misericordiosamente comigo, e tão pacientemente comigo, me ensinando como se afastar desses adereços do mundo que realmente não tem valor algum, e para dar toda a minha atenção a Ele. Eu não sou perfeita nisso ainda, mas estou em um lugar melhor agora do que há 20 anos, ou até um ano atrás. Se você ouviu o outro ensinamento sobre dinheiro e sobre o mundo, eu compartilho algumas das coisas que o Senhor fez em minha vida para me ajudar a me afastar dessas coisas, para que Ele pudesse ter mais de mim e houvesse mais espaço e mais tempo em mim para Ele.

Só para esclarecer, não estou falando daqueles que se alegram com os ganhos porque foram escolhidos para financiar a disseminação do Evangelho. Isso é uma coisa totalmente diferente. Eles têm algo em mente, e estão se regozijando com a agenda do Senhor, e não sobre se poderão construir mais celeiros. Há pessoas de alta integridade que são escolhidas pelo Senhor para financiar o Reino de Deus na Terra. Essas pessoas são pessoas muito honradas e bonitas. Nós não estamos falando sobre isso. Estamos falando de pessoas que usam apenas o próprio ninho e vivem para essas coisas.

Deus é ciumento. Ele não quer nos ver se alegrando – ou se preocupando – com os bens da Terra. Ele não disse: “É isso que os pagãos fazem?” Ele não quer que nada desta Terra signifique algo para nós, além de sua necessidade de manter a vida ou uma ferramenta para construir o Seu Reino.

Paulo disse em Filipenses 3:17: Una-se seguindo meu exemplo, irmãos e irmãs, e assim como você nos teve como modelo, mantenha os olhos naqueles que vivem como nós.

Ele disse: “Mantenham seus olhos em Herodes e os fariseus e vivam como eles?” Com influência, poder e riqueza? Até mesmo Jesus advertiu contra isso, e Paulo sabia muito bem a corrupção desse estilo de vida. Afinal, ele viveu isso! Ele se chamava fariseu dos fariseus. Ele sabia do que estava falando aqui.

Continuando, ele disse: “Porque, como já lhe falei antes, e agora lhes digo novamente, mesmo com lágrimas, muitos vivem como inimigos da cruz de Cristo. Seu destino é a destruição; o deus deles é o estômago deles; e a sua glória está na vergonha deles. Que triste. Suas mentes são definidas em coisas terrenas. Mas a nossa cidadania está no céu! Somos novas criações. Somos “nascidos de novo”, novas criaturas.

Vocês podem se perguntar: “Como isso se manifesta regularmente em uma igreja?” Bem, eu já vi isso acontecer antes, onde alguém que é rico e bem conhecido (talvez até mesmo um ministro) entra em um culto na igreja e outra pessoa que é meio desconhecida e sem brilho (que pode ser uma pessoa operária) também está no culto da igreja, mas este é um profeta, e o Senhor o enviou com uma mensagem para aquela congregação. Não é uma mensagem ruim, nem uma mensagem feia, mas Ele o enviou com uma mensagem importante.

O pastor diz: “Há alguém aqui que tem uma mensagem para nós!” É claro que seus olhos vão de um lado para o outro na congregação, e ele percebe aquele homem que ele conhece e que tem um chamado profético. E ele aponta para ele e diz: “Irmão, você tem uma mensagem para nós.” Bem, o homem é imediatamente colocado no local. Ele pode pensar: “Oh, eu tenho que inventar uma mensagem!” Ou ele pode ter integridade suficiente para dizer: “Não sou eu!”

Enquanto isso, o profeta do Senhor por trás está levantando a mão modestamente, para indicar que ele tem uma mensagem, e o pastor reconhece esse outro homem. Ele faz o gesto para que o outro homem suba e diz melhor o que ele poderia dizer para encorajamento ou exortação, mas a profecia que foi feita para aquela congregação não é ouvida. Agora, eu sei que isso parece extremo, mas já vi isso acontecer antes: vi pessoas menosprezarem quem tinha uma mensagem legítima. Mas como eles não eram ricos em círculos religiosos, com todos os tipos de “sopa de letrinhas” depois de seus nomes e conhecidos, eles não receberam uma atenção da igreja; para o triste resultado das pessoas para as quais foram enviados. Há, realmente, muito a se arrepender.

Se nos cercarmos de pessoas da zona de conforto – aqueles que concordam conosco – e evitarmos o novo e o diferente, porque eles podem discordar de nós ou nos desafiar de alguma forma, isso não substitui o discernimento. Não podemos julgar quem está em condições de falar por status social. Precisamos ter discernimento real e autêntico, o que não é fácil de obter. Leva um tempo tremendo e tremendo esforço, e fracasso, e sucesso e provações. O discernimento é uma qualidade absolutamente necessária, mas a maioria de nós discerne a maneira como o mundo discerne. Nós não discernimos o modo como Deus discerne, e é aí que está o problema. Isso é algo que precisamos analisar agora, antes que seja tarde demais.

Quando nos cercamos de pessoas da “zona de conforto” e pessoas que são credenciadas, por assim dizer, e substituem isso pelo discernimento, em vez de ter um senso espiritual real de quem tem a mensagem certa, o Senhor tem algo a dizer sobre isso.

No quinto capítulo de João, Ele diz: “Eu vim em nome de meu Pai e vocês não me receberam. Se outro vier em seu próprio nome, vocês receberão. ”Por que nossa fé é tão fraca? O Senhor continua dizendo: “Como vocês podem acreditar quando recebem a glória uns dos outros e não buscam a glória que vem do Deus único?”

Como podemos receber glória uns dos outros? Quais são alguns exemplos concretos disso? Bem, quando fazemos os outros se sentirem seguros, mesmo quando o Espírito Santo está nos convencendo de que algo não está certo. Quando fazemos isso – fazemos com que eles se sintam seguros, sem abordar a sensação de que algo simplesmente não está certo -, então estamos recebendo glória uns dos outros. Quando escolhemos aplacar e satisfazer, em vez de dar uma instrução oportuna que aborda problemas complicados – como orgulho, ambição egoísta, dominação, extinguir o Espírito -, então, estamos recebendo glória uns dos outros.

Houve uma igreja à qual assistimos por um breve momento, e o Senhor revelou que ela tinha uma situação que fez com que ela ganhasse graça, apenas para imediatamente perder a graça e voltar à estagnação. Eu chamo isso de Águas Feridas, que é de onde vem o título para este ensino. Não as águas vivas e frescas que causam abundância de novo crescimento, mas as Águas Feridas; eles estão feridos, porque o Espírito está extinguido e aqueles que servem ao Espírito são culpados, assim como um poço é tampado.

Houve um profeta próspero e dinâmico que frequentemente visitava esta igreja. Eu pensei comigo mesma: “Certamente o profeta sabe qual é o problema aqui, e por que as profecias que esse profeta está fazendo não estão chegando?” Elas são potencialidades. Eu gosto do que Joyce Meyer diz sobre isso. São potencialidades, mas você tem que ir com o Espírito para que elas se tornem eventualidades. E algo está faltando ali nessa conexão; essas eventualidades não estão acontecendo.

Eu perguntei ao Senhor: “Por que esse profeta não se refere a essa situação? É óbvio que isso está estagnando a igreja em algo terrível, e está apodrecendo a fundação debaixo da igreja. ”Eu tive um sonho sobre a igreja, onde a água estava caindo do Céu, mas ela não estava sendo capturada nos contêineres certos e dispersas para o povo, do jeito que deveria ter sido. Como resultado, elas estavam passando por baixo do prédio e lavando a fundação, e a fundação já estava parcialmente lavada. A roupa de cama da casa estava mofada. Havia três camas e a roupa de cama estava molhada, e as águas não estavam sendo capturadas e dispersas adequadamente. Há mais a dizer sobre essa situação, mas deixarei isso lá.

Então, suas águas vivas se transformaram em águas estagnadas, águas feridas. Me desculpe se isso acontecer nos dedos de alguém, mas o Corpo de Cristo está uma bagunça mundana. Perguntei ao Senhor: “Por que esse profeta não se refere a isso?” Tudo o que ouvi foi: “Os profetas gostam de receber o pagamento também, você sabe”. Pensei comigo mesma: “Oh, meu Deus. Você não pode estar falando sério?

Mas então, olhe para o Antigo Testamento e quantas vezes os profetas do rei disseram ao rei o que ele queria ouvir. Foi tudo um monte de besteira. Então, um verdadeiro profeta daria um passo à frente, que tinha a integridade e a força e não se importava com sua vida, porque, naqueles dias, se você fizesse uma profecia da qual o rei não gostasse, você poderia perder a cabeça. Ele veio para a frente, e ele contaria como é.

O Corpo de Cristo está uma bagunça mundana, porque os profetas e pastores têm medo de perder laços. Isso faz parte do problema. Por quê? Porque existe esse estilo de vida próspero, “aprovado pelo Senhor”, “fluindo em fé”, “agradando a Deus e ao Espírito Santo”, e se você não está vivendo esse estilo de vida próspero, então você simplesmente não está tendo fé suficiente. . Algo está errado com você.

Isso coloca pressão sobre os pastores e líderes para mostrar que eles estão vivendo um estilo de vida crível e próspero. Este é um padrão tão falso! Este não é o padrão do Senhor e está arruinando a Igreja.

Realmente, eu não sei o que estamos pensando? Por que queremos convencer o mundo a se tornar cristãos, para que também possam ser prosperados por Deus? Por que estamos tentando dizer ao mundo isso? Isso é um negócio? Todos na corte de Constantino se tornaram cristãos porque estavam apaixonados por Jesus? Acho que não. Juntamente com o status quo, eles queriam ser recebidos e aceitos e continuar a permanecer na corte de Constantino. Quando ele fez do cristianismo a religião do Estado, eles tiveram que se curvar a isso. Foi sincero? Talvez em alguns casos tenha sido, mas tenho certeza de que havia uma postura acontecendo, e não foi.

Parece que as coisas não tiveram muitas mudanças, sim? Eles realmente não tiveram. Bem, meu marido teve um sonho uma noite que eu tenho a dizer e é fundamental para a nossa missão, e por que nós batemos nessa direção: para a Noiva, e para apontar as “manchas, rugas e manchas” fora da Noiva. Porque estamos trabalhando nisso e o Senhor está nos mostrando essas coisas, então queremos compartilhá-las com vocês.

Nesse sonho, ele estava na igreja de John Hagee, sentado na última fileira durante o culto – e John Hagee estava pregando. De repente, ele desceu do pódio e começou a andar pelo corredor, profetizando sobre as pessoas. Ele chegou à última fileira, onde meu marido estava sentado, e ele olhou para ele do outro lado. E ele foi até ele, atrás do banco, pôs a mão nos ombros do meu marido e orou três orações diferentes.

Ezekiel lembrou: “Toda vez que ele orava, um manto caía sobre meus ombros e eu me sentia sobrecarregado. Ele retornou ao púlpito e começou a pregar novamente. No meio da frase, ele parou, bateu as mãos para baixo, desceu da frente e foi direto para o meu marido. Meu marido sabia que algo importante estava acontecendo, mas na verdade, ele não tinha ideia de quanto tudo isso era!

“Quando John se aproximou do meu marido, ele sentiu a necessidade de sair do seu assento e entrar no corredor, mas o peso nos ombros dele era tão grande que ele não aguentou. Ele rastejou, de mãos e joelhos, para o corredor. De repente, o chão da igreja se abriu, revelando um grande abismo que estava queimando e havia fumaça e chamas. Olhando para baixo, viu muitas bordas e camadas diferentes de pedras irregulares, dispostas aleatoriamente, descendo até esta caverna escura com uma infinidade de fogos acesos em cada uma delas. As chamas estavam subindo pelo santuário. Ele estava então em suas mãos e joelhos, na beira do abismo, e começou a orar com força contra ele, para fechar. John veio por trás dele e mais uma vez colocou as mãos nos ombros do meu marido, e ele começou a dizer, em voz alta: “Empurre! Empurre! Empurre!”

“Nós dois ficamos lá, orando contra a fumaça e as chamas que saltaram para fora desta abertura horrível. Então John disse: “A fumaça e o fogo do Inferno se abriram dentro da Igreja! O mundo entrou na Igreja! E a Igreja está cortejando o mundo. Você tem que ir! Você tem que ir e dizer a eles. Você tem que dizer a eles que o mundo entrou na Igreja! ”

E isso é muito nosso ministério.

“Muitos no santuário ficaram horrorizados com a visão e começaram a orar contra ela. Vários foram para as salas de oração ao lado, para entrar em guerra e orar contra o que estava sendo revelado. Nesse ponto, o sonho terminou.

Este é o estado da Igreja hoje! E, como um todo, ela não está pronta para o Senhor. Não está pronta para tudo. Gente, precisamos nos ajoelhar e procurar nosso envolvimento com esse flagelo, antes que seja tarde demais para nós. Neste momento, o Senhor está permitindo que as circunstâncias neste país – os Estados Unidos – levem à superfície o conteúdo real de nossos corações e as verdadeiras agendas – as coisas que realmente importam para nós. Para nos ajudar a reconhecer e dar um golpe final. Estamos sendo testados em nossa fé e pureza como nunca antes. Esta é a misericórdia de Deus e Sua preparação para a Sua Noiva.

Vamos olhar para outras maneiras de nos comprometermos. Digamos que um líder de louvor seja necessário. Primeiro de tudo, pensamos em habilidade – quem são os músicos habilidosos? Então pensamos – quem tem a unção? Como eles trabalham sob autoridade? Como eles vão apelar para essa facção? Como eles vão apelar para essa facção? Essa família? Aquela família? Eles vão aprovar? E quando alguém atende a todas essas condições, elas são consideradas. Mas se há aqueles que se opõem à pessoa que o Espírito Santo gostaria de escolher para o trabalho, ao invés de honrar o Espírito Santo … quem nós escolheríamos?

É assim que o mundo insere seu modo de controlar as coisas na Igreja. Controlando o Espírito Santo. E quem é o deus deste mundo? Esse é Satanás. Este é o seu modo de controlar a Igreja – usando padrões mundanos de status social para questionar, tomar decisões.

Temos que perceber que, muitas vezes, as pessoas que são ungidas são apenas um pouco diferentes. Há algo sobre eles que é um pouco diferente. Mas se você tem discernimento espiritual, você vai entender que isso é apenas algo que é um pouco diferente sobre eles … mas eles ainda têm o Espírito.

Quando escolhemos Jesus sobre o mundo – como na minha conversão; e na conversão do meu marido – perdemos as famílias. Você pode perder esposas e maridos, filhos, mães, pais, empregadores, amigos influentes. Nós perdemos muito! Nós não somos mais “do mundo”. Nascemos de novo. Depois de dar tudo isso, vamos voltar a honrar o homem acima de Deus? Isso é muito para desistir, apenas para voltar ao mesmo sistema antigo! Temos muito interesse nisso, por causa do que deixamos para trás. Então, nós não queremos isso em nossas igrejas!

Jesus disse em João, capítula 3

Em verdade, em verdade vos digo que ninguém pode entrar no Reino de Deus, a menos que nasçam da água e do Espírito. O que é nascido da carne é carne; o que é nascido do Espírito é Espírito. João 3: 5

O que significa novo nascimento? Isso significa, julgar, como Deus julga; Ordenar, como Deus ordena; Pensar como Deus pensa; e fazer com que os caminhos tortuosos do raciocínio superficial do homem sejam retos – um caminho desobstruído para o céu. Onde não há homens no caminho.

Em Romanos 6: 4, fomos sepultados com Ele através do batismo na morte, a fim de que, assim como Cristo ressuscitou dentre os mortos pela glória do Pai, nós também possamos viver uma nova vida. Agora, se morremos com Cristo, acreditamos que também vamos viver com Ele. E nós não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça.

O que isso significa, “debaixo da graça?” Se vivemos com Ele, somos coerdeiros com Cristo, descendentes de Abraão; nós não somos nem escravos nem homens livres. Já não fazemos escolhas por posição social, pelo modo como o mundo faz escolhas, ou pelo modo como o mundo pensa, porque não há escravos. Existem apenas discípulos e filhos de Deus. Nem escravos nem homens livres. Nós somos todos iguais! Nossa cidadania não está nesta terra; está no céu. Então, se a nossa cidadania está no céu, devemos estar pensando da maneira que as pessoas pensam no céu. Esse é o objetivo – pensar como o Senhor pensa, para colocar na mente de Cristo.

Portanto, nosso patrimônio líquido não está em ações e títulos, nosso patrimônio líquido é o Seu sangue! Seu sangue é nosso patrimônio líquido. O Senhor declarou: Venha o teu reino, seja feita a tua vontade na terra, como é no céu. Mateus 6:10

Isso não era um sentimento de esperança – Ele estava realmente falando sério sobre isso! Foi uma declaração do nosso propósito – trazer o Céu para a Terra! É para isso que estamos aqui, cristãos! Para trazer o céu para a terra.

Em Gálatas 3:28 diz: Não há nem judeu nem grego; não há escravo nem livre homem; não há nem macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus!

Agora, se isso não é uma declaração geral abolindo o sistema de classes, eu não sei o que é!

Aqui está apenas um último pensamento: Quando eu estava no mundo, falava como o mundo; Eu pensava como o mundo; Eu raciocinava com razão mundana. Mas quando eu nasci de novo, no Reino de Deus, desisti de todos os caminhos da Terra. Todos os caminhos do mundo. Eu desisti de tudo, porque agora sou um cidadão do céu. Um cidadão do céu com a mente de Cristo. Esse é o nosso objetivo. Nós temos que defender isso. Nós temos que defender isso em nossas igrejas. Nós temos que nos arrepender; temos que nos virar e viver pelos valores de Deus – pelos valores espirituais e não por valores mundanos. Isso está matando a igreja! Está matando a unção! É sufocante lamentar o Espírito e ter que mudá-lo. Nós não podemos continuar deixando isso acontecer.

Em conclusão, Paulo nos exorta em Filipenses 2: 1 Portanto, se houver algum encorajamento em Cristo, se houver algum consolo de amor, se houver alguma comunhão do Espírito, se tiver algum afeto e compaixão, completarei minha alegria sendo da mesma opinião. Manter o mesmo amor, unido no Espírito, com um único propósito: a glória de Deus.

Não é a sua própria glória, quando você entra no estacionamento do seu novo Mercedes. Não. Não é disso que se trata. Não faça nada da ambição egoísta ou de conceito vazio. Com humildade de espírito, considerem uns aos outros mais importantes que vocês. Essa é uma obra poderosa da graça! Se você não está naquele lugar, e eu não estou naquele lugar, nós oramos: “Senhor, pela sua habitação, nos faça estar naquele lugar, onde honramos todos acima de nós mesmos. Onde vemos a realidade de quão pouco somos realmente!

Não se preocupe apenas com os seus interesses pessoais, mas também com os interesses dos outros. Líderes de adoração: não desligue o microfone da outra pessoa. A menos, claro, ser uma música que eles não deveriam estar cantando …

Uma pessoa que pensa assim tem maturidade para liderar. Eles não estão protegendo o seu território. Não, eles protegem a honra e os interesses do Senhor. Às vezes, isso coloca você na posição de ser o perdedor ou de ficar quieto, porque a outra pessoa precisa aparecer. É a pessoa que tem a unção para esse trabalho específico que deve surgir. E você precisa honrar isso.

Tenha essa atitude em vós mesmos, que também estava em Cristo Jesus, que, embora existisse na forma de Deus, não considerava ser igual a Deus como algo a ser apreendido. Mas Ele esvaziou-se, tomando a forma de um servo. Filipenses 2: 5

Novamente, aqui está o exemplo: desde o nascimento até a morte e sepultamento, ele tomou o exemplo de um servo. E não prosperando, assumindo a forma do jovem rico. Mas Ele se esvaziou – ESTIPULADO EM SI MESMO – como um exemplo para nós.

No final, muitos que foram os primeiros serão os últimos – aqueles que usam o status para conseguir posições. E muitos que foram os últimos serão os primeiros – aqueles muito infantis e simples em usar táticas como essa. Podemos não querer admitir ou enfrentar o controle que o status social tem sobre nós em nossas igrejas, mas quando estivermos diante do Senhor, vamos ver isso claramente, e então será tarde demais para consertar. Então, acho melhor entrarmos nisso. Acho que é importante olharmos para isso e fazermos uma mudança. Arrependa-se e converta-se. Ninguém é digno dos nossos motivos, exceto Deus. Os motivos de ninguém sobreviverão ao fogo ardente da purificação, a menos que sejam puros, feitos pelo amor de Deus e ao próximo. Esses são motivos puros!

Para que Ele nos reconheça, devemos primeiro reconhecê-lo: Sua unção, Suas escolhas. E colocando-o em primeiro lugar, jogue as preferências dos homens ao vento, onde eles pertencem. Se estamos olhando para homens, somos cegos. Nós não podemos ver. Porque se víssemos, não veríamos mais os homens!

Acredito que todos nós fomos atraídos pelos ensinamentos de Cristo pela Sua pureza; Seu desapego do mundo, Sua recusa em modificar Sua missão dos fariseus e dos governantes. Ele tinha algo em mente que se espalharia pelo mundo todo e não comprometeria nem um pouco os governantes. Espalhou-se em sua própria virtude, apesar do fato de que Ele voou em face dos líderes religiosos modernos. É aí que a unção está. É assim que você sabe que é uma “coisa de Deus”.

Estas foram as águas ricas dos primeiros séculos do cristianismo. Águas de pureza, santidade, devoção, serviço altruísta. Um povo disposto a morrer pelo que eles acreditavam. Eles estavam dispostos a morrer e perder todos os seus bens. Prosperidade não significava nada para eles!

Quantas histórias ouvimos falar da esposa de um imperador dando sua vida, porque ela acreditava em Jesus? Ela não se importava com todo o status que ela tinha. Ela não desistiu do Senhor.

Agora todos nadamos nas Águas Feridas de uma Igreja que é ocupada com status social e modos mundanos de operar. Esses caminhos realmente ferem os inocentes e os puros. Aqueles que buscam a cura dos padrões turbulentos e inconstantes do mundo não encontram cura o tempo todo. Eles encontram mais turbulência nas Águas Feridas. Infelizmente, o mundo e tudo o que aplaude entrou no centro das igrejas e as águas ficaram poluídas. Agora é um lugar que não está protegido contra influências predatórias, agendas, sombras de influência, tratamento preferencial e ensinamentos conflitantes.

Vamos começar hoje pedindo ao Senhor que nos revele como o entristecemos por meio do compromisso. Por favor, vamos diante dEle com corações contritos e pedirmos: “Senhor, por favor, revele-nos como nos comprometemos.”

Eu quero orar esta simples oração: “Senhor, salve-nos da transigência. Nós não somos fortes o suficiente. Nós não somos fortes o suficiente para vir contra os padrões do mundo para defender você. Muitas vezes somos muito pequenos, somos covardes demais, não somos fortes o suficiente. Mas você vive em nós, Senhor, e você pode fazer isso através de nós. Você pode nos ajudar a fazer essa resolução para viver estritamente para você. Pedimos, Senhor, que você acompanhe o entendimento com graça, e que tenhamos a vontade de mudar, para que não nos entristeçamos mais. E sua Igreja pode crescer para o Corpo do santuário sagrado que você ordenou que fosse para todas as idades, contra toda influência do homem, um triunfo do Espírito Santo. Amém.”

Obrigado por ficar com a gente. Volte e visite novamente. Deus te abençoe.

*U-Haul – é uma empresa americana de aluguel de equipamentos e armazenamento, com sede em Phoenix, Arizona, que opera desde 1945.

*Newsweek – é uma revista de notícias semanal estadunidense, publicada na cidade de Nova Iorque e distribuída para os Estados Unidos e também internacionalmente.